Passar para o Conteúdo Principal

Pesquisar

Hoje
Máx C
Mín C
siga-nos

Colos

jf_colos

ColosPresidente:
Manuel de Matos Sobral Penedo
Secretário:
João Manuel Loução Dionísio

Tesoureira:
Maria Inês Bernardino Gonçalves
 
População: 1066 habitantes (INE, Censos 2011)
Área: 109,8 km2 (fonte: DGT)

Nota: A população residente em 2011 na freguesia de Colos é estimada, dado que as sub-secções do INE não coincidem com os limites administrativos.

História

Colos celebrou em 1999 os 500 anos de elevação a vila e a sede de concelho, através do foral concedido por D. Manuel I, em 26 de junho de 1499, separando-se do concelho de Sines. Em 20 de setembro de 1510, recebeu o chamado foral novo. O concelho de Colos foi extinto em 1836, devido à reorganização administrativa, sendo anexado ao concelho de Vila Nova de Milfontes. Só mais tarde, em 1855, quando o concelho de Milfontes foi extinto, Colos viria a ser definitivamente anexado ao já anterior concelho de Odemira.

Com a reorganização administrativa do território das freguesias implementada em 2013, expressa na Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro, Colos recebeu parte do território da extinta freguesia de Bicos, vendo assim a sua área aumentar.

Como notas de interesse turístico, é de referir a arquitetura tradicional da vila e o património religioso, sobretudo na parte mais antiga da vila, com o seu traçado medieval, dentro da antiga linha de muralhas. De acordo com os historiadores e arqueólogos, Colos cresceu a partir do povoado fortificado que se situava no ponto mais alto no cerro.

Uma ilustre figura da nossa História que é natural da freguesia de Colos é o comandante aviador Brito Pais, um dos pioneiros da aviação portuguesa e que, em 1924, iniciou, conjuntamente com Sarmento Beires, a travessia aérea entre Portugal e Macau, com partida de Vila Nova de Milfontes.

Ano de fundação:

Em 1855, quando o concelho de Milfontes foi extinto, Colos viria a ser definitivamente anexado ao já anterior concelho de Odemira.

Evolução demográfica

Ano
População
1960 2511
1970 1796
1981 1622
1991 1428
2001 1243
2011 1005 (até à reorganização administrativa)

Economia:

Pequena indústria, comércio e serviços, agropecuária e extração de cortiças

Localidades:

Barranco do Bebedouro, Cai Logo e Caeiros, Campo Redondo, Caminé de Baixo, Ribeira do Seissal de Cima, Ribeira do Seissal de Baixo, Vale Rodrigo, Monte da Chainha, Foros dos Vales e João Painhas

Padroeira:

Nossa Senhora da Assunção

Feiras, festas e romarias:

Duas semanas antes da Páscoa – Festa Religiosa do Senhor Jesus dos Passos
24 de junho – Feira Anual de Colos
5 de agosto – Festa Religiosa - Nossa Senhora das Neves
21 de agosto – Feira Anual de Campo Redondo

Curiosidades:

Perto de Ribeira do Seissal existe a pequena ermida de Nossa Senhora das Neves, onde se faz uma romaria anual. Ao visitar esta ermida pode contemplar toda a serra do concelho de Odemira (a oeste e a sul) e a vasta planície (a norte).

Património edificado

Igreja de Nossa Senhora da Assunção. É a Igreja Matriz e sem dúvida o edifício religioso mais importante de Colos. Foi reconstruída em princípios do séc. XVI tendo substituído um templo medieval existente anteriormente no local.

Ermida de Nossa Senhora do Carmo ou da Afincerna. É uma das três ermidas da área rural envolvente da Vila de Colos. Será provavelmente a mais antiga e o seu nome primitivo era Nossa Senhora da Afincerna, nome da atual herdade onde está situada e pelo qual é ainda hoje conhecida. Foi mandada erigir por Cristóvão Correia da Ordem de Santiago, tendo sido concluída em 1518.

Igreja da Misericórdia, atualmente Igreja de Santa Isabel é um templo de torre quadrangular com três sineiras. Data da segunda metade do séc. XVI sendo que a torre, bastante mais recente, será já do séc. XVIII ou mesmo do séc. XIX.

Contactos

Junta de Freguesia de Colos 

Largo dos Correios 
7630-310 Colos 

Tel: 283 691 404 
Fax: 283 691 261
E-mail: freguesia.colos@sapo.pt
 

 

Localização

Voltar ao topo